domingo, outubro 09, 2011

Tijolo por tijolo.

A construção da nossa autoestima passa por muitos caminhos. Cada pessoa valida suas escolhas, acomoda seus muitos medos, atribui seus acertos a uma determinada parcela de sua personalidade onde o  chão lhe é um pouco mais firme que o resto do mundo.
Portanto, quando esse pedaço de chão sofre um abalo, toda sua vida está em cheque.
Acomodar  tudo novamente, voltar a confiar em si mesma, retomar caminhos interrompidos e corrigir as próprias falhas leva tempo, dor e silêncio.
Tudo é processo. E a retomada do fio demanda esforço diário além de uma dose extra de proporção e realidade.
Vai dar pé novamente. Mas por enquanto todo o esforço concentrado mantém apenas a narina fora dágua.
É o que tem pra hoje.

5 comentários:

Ana Paula Medeiros disse...

Amada, o que rolou? Ou não rolou? Sei tão bem do que vc está falando, da sensação. Mas olha, keep walking. Tá, a gente precisa parar pra descansar e respirar de vez em quando, mas no geral, keep walking. Te amo.

Grissom's Girl disse...

Precisava disso hoje pra saber que eu sou normal. Bendito dia que achei esse post. Obrigada!

Mr.MURK disse...

Muito legal o seu blog,

Tambem tenho um blog sobre construção civil

http://www.tudocivil.blogspot.com/

Odessa Valadares disse...

Ih, estou igual à Grissom's Girl. Eu sou normal! Mantenha a narina fora d'água e continue a nadar...

banzai disse...

bonito texto menina. assim é a nossa vida, ela não dá trégua mesmo! o negócio é seguir nadando. tudo de bom,
bjoos
madoka