sábado, maio 14, 2011

Insuportavelmente!

É difícil quando a pessoa não tem exemplo de blog bom em casa, né? Tadinha de Maliu, gente. Mas aqui vc tem colo sempre, viu? Deixa a Fal pra lá. Ela tá com o coraçãozinho peludo de inveja.
....
Então. Todo mundo tomando banho e passando perfume pra entrar nesse blog.
Tô dando, inclusive, up grade nas amizades. Não posso me dar com qualquer um depois disso, meusamô.


João Ubaldo Ribeiro no Paiol Literário em Curitiba.

"Comer e procriar é muito pobre pra uma vida. Temos que desenvolver nossa sensibilidade."

"Quando fui professor, tive que fazer adequações seríssimas nas minhas expectativas para poder aprovar alguém"

"A obrigação de ler mata o gosto pela leitura. Acho horrorosas as perguntas que fazem sobre livros com intenção de ensinar a ler. Vou ver as perguntas que fazem sobre meus livros nos vestibulares e não acerto uma."

A beleza do livro está na imaginação. No livro, na frase "a princesa saiu da sua casa e encontrou o dragão" cada um imagina a sua casa, a sua princesa e o seu dragão. No cinema, por exemplo, será a mesma princesa, a mesma casa e o mesmo dragão pra todo mundo."

"Meus autores preferidos? Todos. Tenho preguiça de dizer os nomes."

"Cheque e prazo. As maiores fontes de inspiração de um escritor."

"Eu não planejo um livro. Eu sigo o personagem e escrevo tudo o que ele faz."

"No tempo da máquina de escrever eu produzia 3 páginas por dia. Com o computador, contamos em palavras. Virgínia Woolf produzia 1200. Conrad produzia 800. Eu posso dizer que produzo um Conrad por dia."

"Quando me veem no boteco com meus amigos escritores, as pessoas passam ao largo e imaginam a alta intelctualidade da conversa. Mal sabem elas que a gente tá dizendo: Quanto que aquele filho da puta te paga?"

Tem como não amar esse home, meu pai?

8 comentários:

Ana Paula disse...

Já que cê tá fazendo upgrade, eu fiquei na dúvida se devia escrever ou não. Sei lá, se vc achar que eu não tou limpinha o bastante, apaga o comentário. Tudo bem, eu entendo, chuinf chuinf... Mas ó, já tomei banho hoje, tá? Passei perfume. Do Boticário, mas passei.

A senhora tá chique demais. E as frases que vc pinçou do cara são espetaculares. Eu vou imprimir essa do baixar as expectativas pra poder aprovar alguém e sei lá, colar no vidro traseiro do carro.

Beijocas!

Odessa Valadares disse...

Amei essa: "A obrigação de ler mata o gosto pela leitura". Não é que a faculdade fez exatamente isso comigo? Ainda bem que só matou o gosto pelas leituras técnicas, mas não foi pouca coisa.

Saudade.

Tiago Castelani disse...

Essa Suzi Marcia tá um nojo!
Será que ela vai fazer Upgrade de filho? Tou achando que na próxima visita a Curitiba vou ter que levar um vinhosinho...hehe.

Te amo Baixinha,

Maguelo.

Cláudio Luiz disse...

Menina, tá podendo, heim?
Por ele eu nem me importaria de não caprichar no perfume... mas pela Maliu (já comentei lá, tá?) até faço a barba e corto o cabelo ;c)
Vc merece todos os elogios.

Anônimo disse...

quem não é da turma, fica até sem graça de entrar por essas bandas Suzi, ainda mais sem ter tomado banho e perfume, rs. J.Ubaldo? sabe tudo o hombre.
Bjs
madoka

Ivan disse...

Eis o tempo em que esses autorzinho de merda aparecia aqui em Curitiba e neguim me ligava pra eu ir junto. Pó deixá... semana que vem vai ter cultura lá no Rio e eu nem conto quem vou ver. E nem falo das culturas das quengas, que nao sou homem disso!

Suzi disse...

Ivan, não vou nem responder! Tu vive no Rio, esqueceu seu besta?

Odessa Valadares disse...

"Eu não planejo um livro. Eu sigo o personagem e escrevo tudo o que ele faz." (esqueci de comentar essa).

Aqui em casa, personagem manda, e geralmente desmanda também. Porque em 99% das vezes está certo mesmo! Depois, é só escrever.