terça-feira, setembro 14, 2010

Streeptease das palavras

Comecei a estudar para o processo seletivo do Mestrado.
É uma empreitada maior que eu, minhas condições não são as ideais, mas teimosia é meu nome do meio e conto com um precioso apoio sem o qual seria impossível tentar.
Bem, como não estudo seriamente já tem uns bons quinze anos, tive que retornar aos pré-socráticos para que as coisas comecem a fazer sentido.
E a maior dificuldade que tenho enfrentado é a de despir determinadas palavras de qualquer preconceito a fim de alcançar seu real significado.
Os fatos, a vida, nossa estrada e nossas dores revestem determinadas palavras de uma carga que não é delas. Emprestamos a elas significados que são só nossos. E o significante se perde no meio de tudo.
Esse streeptease tem me custado os olhos. Literalmente. Pois tenho redobrado o  estudo semântico na tentativa de voltar às origens das palavras. E a partir daí (re)construir meu pensamento.
Desejem-me sorte.

4 comentários:

Ana Paula disse...

Toda a sorte do mundo, amor!
Mestrado em quê? Onde? Conte mais.
Se tiver qualquer coisa que eu possa fazer pra ajudar, estou às suas ordens, com o maior orgulho e alegria do mundo.

Essa das palavras é a coisa mais certa do mundo. Despi-las, sempre.

Vc vai ser tremendamente bem-sucedida, não tenho dúvidas.
bjks

Isa disse...

Isso acontece-me imenso nas traduções. a palavra ser aquela e n gostar dela. e é quase superior a mim, às vezes n uso mesmo... Bjo querida e boa sorte

Bia, Desperate Housewife disse...

Eu passei por isso na faculdade. Tive um prof. de teoria literária que é filósofo e estudou grego. Quer dizer. Mas foi um dos melhores semestres que eu tive.
Noutro semestre, em literatura grega, vieram os pré-socráticos tb. Mas foi tranquilo.
Isso de fazer striptease com as palavras é um exercício bem legal, viu... Beijo e boa sorte!!!
PS.: tb quero saber mestrado em que vai fazer.

Cláudio Luiz disse...

Também fico cogitando fazer um mestrado, mas... me falta o seu talento.