sexta-feira, outubro 31, 2008

As flores do jardim da minha casa

Decidi ter um jardim de roseiras e terei.
Por enquanto elas estão no vaso por aboluta falta de tempo até pra chamar o jardineiro pra preparar o canteiro.
Mas que terei uma de cada cor, certamente.
Porque a vida é agora e o meu momento é hoje.

3 comentários:

Dalva M. Ferreira disse...

Legal...

Odessa Valadares disse...

Eu juro que tentei, e com diversos tipos de plantas (roseiras não, porque são muito exigentes). Até com 'boa-noites', que são as plantas mais fáceis de brotar em qualquer lugar. Cheguei a ter umas dez cores diferentes, mas nenhuma planta sobrevive à minha mão. Até minha coleção de cactus se foi. Eu não herdei o jeito com plantas que minha mãe tem. ELA possuía dezenas de roseiras belíssimas quando morávamos numa casa. Até esses vasinhos de crisântemos e azaléias que a gente compra no supermercado só pra dar de presente, continuam vivos e dando flores por anos a fio, na varanda do apartamento dela.
Alguém me disse certa vez, a título de consolação, que minha mão serve para manter vivas as pessoas e que isso sim é um dom raro. Muito bonitinho, mas não me diminui a tristeza de não ter plantas bonitas.
No momento, estou investindo em lírios. Vejamos no que dá.

Odessa Valadares disse...

Ah! Copiei a foto das suas rosas pra minha coleçao (perdi todas as anteriores com o bug do HD) e gostaria de postar a foto no meu blog (de vez em quando posto uma foto de flor). Posso?