sábado, outubro 20, 2007

Notas de Viagem - Rio Grande do Sul

Em terras gaúchas passa, mas imagino a ziquezira que uma placa dessa dava no Ridijanero por exemplo.

4 comentários:

Mauro Chazanas disse...

Suzi, olá. Suzi, conheço três acepções pra "erva": o mato, dinheiro e baseado. Bom, a primeira não deve ser, porque ali é vaso de planta. A segunda, só se estiver dentro de um banco, ao lado do caixa automático de depósitos, seria um sinal orientador, mas é improvável. A terceira mais ainda, pois não creio que a distribuição dê-se assim no Rio Grande, acho que nem em Amsterdam é desse jeito. Só pode ter outro sentido "erva" lá no sulzão. Não tenho dicionário de gauchês. Voce sabe o que é isso? Obrigado, bom vinho e bom livro.

Ana Paula disse...

Suponho que se refira ao mate do chimarrão, Maurinho.
Tudo bom aí, suzi-girl?

Mani disse...

Por aqui, erva=mato. beijos...

Dalva M. Ferreira disse...

Ai que saudade do meu mendocino...