terça-feira, agosto 28, 2007

Para Falque amamos.


Fal, eu não consigo imaginar o que seja essa dor.
Não sei que palavra dizer. Todas me parecem vazias e inúteis.
Queria ter um colo em forma de bálsamo pra te acolher e chorar junto.
Pois chorar junto é só do que sou capaz.
Te amo.

segunda-feira, agosto 27, 2007

Fusing! Vai lá ver...

Respostas

Faça Dalva, que voces todos vao gostar.
Feito, Aninha!
Odessa, é uma delícia tê-la de volta. E a Fal é imbatível!
beijos!

sábado, agosto 25, 2007

Pra Bela, que pediu


Minhas receitas são confusas. Vou dizendo como faço, na ordem que faço, as quantidades não têm medida certa, uma confusão. Mas vou tentar:
1 - tempere as sobrecoxas (6) de frango com alho picadinho, sal e curry a gosto
2- coloque pra ferver mais ou menos 500ml de caldo de frango. (Se nao tiver o "de verdade" pode ser o de caixinha mesmo).
3- pique uma cebola em pedaços bemmm pequeninos e reserve.
4- coloque numa panela, grande o suficiente para caber todas as sobrecoxas, se se sobreporem, uma colher de manteiga e acrescente o frango temperado e refogue até que as sobrecoxas estejam douradas. Neste processo eu acabo colocando um fio de azeite extra virgem pra ajudar no processo de "douramento".
5-quando o frango já está douradinho, acrescente 1 xícara de café (olha que medida legal!!) de vinho branco e deixe evaporar com a panela destampada.
6- acrescente a cebola picadinha.
6- Mexa até que a cebola murche e vá acrescentando o caldo (que já ferveu) aos poucos (uma concha de cada vez) e deixe cozinhar com a panela semi-tampada.
7-quando estiver cozido (cerca de 25 minutos desde a primeira concha de caldo) acrescente estragão fresco picadinho (pode ser generosa!) mexa para incorporar o sabor e leve à mesa com uma salada verde, arroz branco, um potinho de pimenta malagueta e uma outra garrafa de vinho tinto delicioso pois a primeira já foi degustada na cozinha mesmo. Um sentado no balcão, outro no banquinho, outro em pé encostado na pia contando todas aquelas coisas deliciosas que só se conta em volta de um fogão.

quinta-feira, agosto 23, 2007

Estragão e Curry


Adoro temperos.
Sempre achei que fazia muito sentido rasgar os mares bravios em caravelas desgovernadas à procura das famosas especiarias. Adoro também a palavra especiaria.
Acho a cozinha o melhor da casa e quando eu construir a minha, ela será a área nobre, onde receberei as visitas, assistirei meus filmes, lerei meus livros, trabalharei no computador e cozinharei para os que amo em volta de um portentoso fogao a lenha a ocupar o centro de tudo. Um cômodo único a abrigar cozinha, escritório, sala e biblioteca.
Poisentão.
Enquanto esse reino de caldeirões e temperos nao acontece, vou mexendo meus feitiços na minha cozinha de apartamento mesmo. Hortinha de pequenos vasos de ervas na janela a me encher de orgulho.
Ervas que adoro comprar, conhecer, explorar e combinar em pratos diversos até encontrar o que considero o casamento perfeito.
Acredito que temperos sejam tão pessoais quanto perfumes, mas esse encontro de tempero perfeito para determinado prato não exclui nenhum outro e nem diz que não vou continuar a testar muitas outras e adorar os testes de cozinhas alheias.
Só quero continuar a oferecer aos que amo meu frango em molho com estragão e curry como um carinho especial e assinado para que este sabor e perfume continue e evocar minha presença entre eles, em meio a rasgos de risada e goles de vinho, mesmo quando eu estiver longe.

quarta-feira, agosto 22, 2007

Alguém se lembra?

- Das Casas Buri?
- Dos cosméticos Chistian Gray?
- Do perfume com maçazinha na tampa?
- Da cera Canário (de passar no assoalho de madeira)?
- Dos grampos para cabelo Diana?
- Dos lenços de seda estampada que as mulheres usavam cobrindo os cabelos enrolados com bobs e assim iam ao supermercado, levar os filhos à escola, à vida?
- De guaraná Gold Scrin?
- De sodinha?
- De enceradeira?
- Da música de propaganda da Vasp: "Boa viagem, céu azul. Leste, oeste, norte ou sul..."?
- De conga azul e branco?

Não né? Acho que só eu tenho quase quarenta...

terça-feira, agosto 21, 2007

Fabrizio

As fotos desse menino são demais!!!!

Chopinho honesto

Depois de uma manhã de compras para o Aleliê, pés podre de tanto andar e carregar sacolas pesadas, um chopinho delicioso antes de um almoço divino. Que somos pobres, porém limpinhas.
O meu chopinho claro e o chopp de vinho da Lilian ficaram lindos na minha fotinha de celular, nao acham?
E margaridas coloridas naturais em vasinhos de vidro são tudo na vida da pessoa, vamos combinar!

sexta-feira, agosto 10, 2007

Coisas de mãe...ai...ai...








Este é um lanchinho que fiz pra devorar com a Xu assistindo filme num sábados desses debaixo das cobertas: queijo, manjericão e tomatinho. Tomando vinho, claro.

Essa é uma das minhas idéias de um sábado perfeito.

Estou a trabalho em Sampa e vou aproveitar pra passar o finde com o Tiago e cumprir com mais alguns compromissos de trabalho na segunda. Volto pra casa na segunda a noite pra curtir meus bichinhos aí em cima. Feliz como pinto no lixo.


Mais uma dica

Cheque o datashow no próprio notebook em que vai usar no evento. Não sei que diacho de diferença faz, mas que faz, faz.
Imagine todo mundo esperando e a bagaça nao funciona?

quarta-feira, agosto 08, 2007

Manual para Moças de Fino Trato que ralam pra caramba enqto o fazendeiro rico nao aparece

Itens indispensáveis em viagem de negócios:
- Adaptador de tomada. No hotel, no stand da feira, na rodada de negócios, as tomadas NUNCA sao de três pontos. Vai por mim.
- Extensão e/ou filtro de linha. Sabe as tomadas? Então. Adivinha se estão próximas de onde vc precisa?