segunda-feira, julho 30, 2007

Moças de Fino Trato

Sou “peão do trecho”.
Na língua do meu pai, este é o cara que viaja muito a trabalho.
No meu caso, a maioria das vezes, de avião.
Gostaria de poder seguir o sábio conselho da Maloca, da Fal, da Alline e da Dalva e ficar quietinha no meu canto. Já disse aqui e repito, que esta pose de mulher independente é só isso mesmo: pose. Meu doirado sonho secreto é casar com fazendeiro rico e só cuidar dos quitutes.
Mas enquanto seu lobo não vem, vamos cuidar da vida, né?
Pois então... conversando com moçoilas iniciantes na vida de caixeiro-viajante, acabei travando diálogo surreal by msn que rendeu a série: Manual para Moças de Fino Trato que Viajam a Trabalho:
1- Em viagens de negócios, agendada com o cliente, não aceite nenhuma gentileza além daquela normal entre qq colega de trabalho. Por ex: se vc nunca esteve naquela cidade, não há nenhum problema em aceitar a sugestão de hotel do cliente, um que fique à mão entre o aeroporto e o local da reunião de negócios, mas JAMAIS deixe que ele faça a reserva pra você;
2- Bagagens. Leve uma bagagem com a qual vc possa lidar SOZINHA. Nada de baús de princesa egípcia. Isso vale também para a reunião. Se vc precisar levar material de apoio como datashow, banners, material gráfico, etc. despache tudo antes e cheque a chegada do material com antecedência. Nada de chegar ao local do evento aparvalhada, sobraçando pacotes e caixas portando um sorriso cativante e solicitando a ajuda de todo macharedo presente. Acredite: tua credibilidade já caiu.
3- Na rua, não dê bandeira de que não é do lugar. Nada de ficar admirando demais a paisagem nem fazendo comentários sobre a arquitetura local, por mais linda que seja a igrejinha barroca.
4- Se for fazer trabalho de pesquisa de rua em que for necessário o uso de câmera digital, please, não envolva a bichinha numa capinha de couro escrito Sony, nem fique usando a coisa aos quatro ventos. Seja discreta.
5- Pra trabalhos de pesquisa de rua, em lojas por exemplo, use roupas despojadas como jeans, camisetas e tênis.
6- Se precisar de alguma informação de endereço ou do que for, NÃO pergunte aos transeuntes. Dirija-se ao guarda, ao segurança do shopping, ao vendedor da loja.
7- Quando tiver que usar notebook na reunião com o cliente, use táxi. Nada de metrô. Mas se for inevitável, use uma mochila nada-a-ver-com-o-que-tem-dentro.
8- Sou baixinha e por isso é difícil usar o bagageiro do avião pra colocar o notebook pois é pesado. Reservo então somente passagens em assentos que NÃO são saídas de emergência pra poder colocar o notebook embaixo do banco. É mais prático e mais seguro. Mesmo as altas deveriam tentar.
9- Se usar metrô ou ônibus, verifique antes o trajeto e a parada. Não fique perguntando durante o trajeto, nem dê bandeira da parada em que vai descer.
10- Nunca caminhe pelas ruas sem de vez em quando olhar para trás. E se achar que está sendo seguida por alguém, mude buscamente a direção, entre numa loja ou pare num café. Aí vc poderá checar o comportamento da pessoa suspeita.

São dicas simples, que valem pra todo mundo e que quase todo mundo usa. Quase. Por incrível que pareça essas dicas serviram pra algumas pessoas como algo útil e novo. Espero que ajudem mais alguém. Voltamos a qq momento em edição extraordinária.

3 comentários:

Ana Paula disse...

Dicas úteis pra todo mundo, né?
Saudade d'ocê!

Mani disse...

Obrigada pelas dicas!

Denise disse...

Saudades do meu tempo de executiva viajante...
Cansa, eu sei, mas era tão bom!